Equidade de sexo e gênero na pesquisa e na publicação científica: por que precisamos avançar?

    As desigualdades de sexo e gênero na ciência se tornaram mais evidentes no contexto da pandemia da COVID-19, com subrepresentação de mulheres entre autores de artigos científicos submetidos e publicados, tanto em revistas científicas, como em servidores de preprints. Serão apresentados resultados de uma pesquisa realizada com editores e revisores de periódicos brasileiros, com o objetivo de investigar os impactos da pandemia na publicação científica e analisar desigualdades de gênero e fatores associados, como tempo de carreira, cuidado de crianças, trabalho doméstico, saúde mental e condições de trabalho em casa. Também será abordada a desconsideração do sexo e gênero nas pesquisas, destacando a importância das revistas endossarem as Diretrizes SAGER (Sex and Gender Equity in Research) e adotarem outras estratégias voltadas ao alcance da equidade.